sábado, 9 de abril de 2011

Perfil Completo

Não consigo trabalhar docilmente em áreas já constituídas. A filosofia da lógica foi para mim um âmbito de contestação da Lógica Formal em suas pretensões de legislar sobre o sentido e validez dos discursos filosóficos. A filosofia da linguagem, uma oportunidade de contestar a hegemonia analítica nessa área e estudar a variedade de filosofias da linguagem (analíticas, hermenêuticas, meta-críticas) sempre em conflito mútuo. Minhas reflexões de Cinema e Filosofia podem ver-se como estudos sobre linguagem de imagens e criação imagética de conceitos. A ética, um domínio onde consegui desenvolver antigas intuições acerca da impossibilidade da moral, a imoralidade da procriação e uma possível moralidade do suicídio. Meus atuais interesses em pensamento latino-americano (ou desde América Latina) tentam situar meus trabalhos lógicos e éticos numa dimensão de pensamento insurgente contra a hegemonia do pensamento euro-centrado nas universidades latino-americanas, e brasileiras em particular.

8 comentários:

Anônimo disse...

Prezado Professor Julio, moro em Brasília e faço doutorado em direito na UFPR. Trabalho filosofia da linguagem na minha tese sobre posse, já que sou professor de direito civil. Gostaria de conhecê-lo pessoalmente, a fim de que pudéssemos iniciar um diálogo. O meu e-mail é: pablo.malheiros@yahoo.com.br. Abs. Pablo.

Anônimo disse...

Prezado senhor Julio Cabrera,
Li recentemente uma crítica a seu trabalho escrita por um jovem filósofo de nome Filipe Lazzeri publicado no site Crítica na Rede, criado pelo filósofo português Desidério Murcho, com o título: "Sobre a condição ontológica e moral do ser humano - Um exame da abordagem de Cabrera". Não sei se o sr já leu o artigo, em todo caso aí está o endereço: http://criticanarede.com/cabrera.html

Osteobaldo Gonzales

Cesar Turim disse...

queria falar com vc sobre hierarquias...
cesarhst@yahoo.com

Lorena Lucena disse...

lucenalorena@gmail.com . Preciso falar como o Senhor . URGENTE!
obrigada ,
Lorena Lucena.

Anderson J disse...

Boa Noite Professor.....Tenho um material que gostaria de lhe enviar em agradecimento a conclusão de meu curso de filosofia. Fiz um Trabalho com os alunos do ensino médio da Escola Estadual em Recife-PE. Gostaria de lhe enviar. É algo muito simples, porém o senhor foi a minha inspiração. Anderson José Pernambuco Recife (Aluno da UNICAP-PE)
E-MAIL : ajsfilosofia7@gmail.com

George Pereira disse...

Caro Julio Cabrera

Acredito, que riqueza dos filosofos latinos seja suficiente para haver uma evolucao na filosofia

George Pereira disse...

Olá Júlio

Acompanho seu trabalho, e quer saber, a filosofia é abundante na América Latina. Espero que já exista uma equipe multidisciplinar envolvida até chegarmos a uma construção de uma nova grade curricular para o curso de filosofia.
Abraço
George
Bom Princípio RS
Lembras

Janos Biro M. Leite disse...

Olá, como vai? Viu isso aqui? https://www.newyorker.com/culture/persons-of-interest/the-case-for-not-being-born

Postar um comentário

ERRATA no livro A Ética e suas Negações

No início do capítulo I. Paternidade e Abstenção, a editora Rocco cometeu um terrível erro: eles simplesmente suprimiram uma linha que prejudica totalmente a compreensão da primeira frase. A frase completa é a seguinte:



Durante toda a história da Filosofia, a Ética tem sido Ética do ser, o imperativo moral básico foi sempre ‘Deve-se viver’, e tudo o resto, uma justificativa desse imperativo.



 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | cheap international calls